DMCard abre as portas para os filhos de funcionários nesta sexta-feira

São José dos Campos , 06 de Outubro de 2017 às 18h57. 

Uma empresa de São José dos Campos abriu as portas para 60 crianças irem trabalhar com os pais, na tarde desta sexta-feira (6), na zona sul da cidade. 

A DMCard promoveu a quarta edição do ‘Portas Abertas Kids’, com brincadeiras dos anos 80 para os pais interagirem com os filhos, além de ser uma oportunidade de conhecer o ambiente de trabalho. 

Em um espaço ambientado para agradar os pequenos, a tarde foi repleta de atrações, com direito a animador infantil e diversas guloseimas, como algodão doce, batata frita e cachorro quente. 

Raiane Lopes trabalha há 8 meses no SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) e ficou muito contente de apresentar o local de trabalho aos filhos Yasmin Mariana de 8 anos e Luiz Henrique de 6 anos. 

“Meus filhos ficaram muito ansiosos para vir aqui, estavam contando os dias. Gosto muito de trabalhar na empresa e estou adorando compartilhar minhas experiências com eles”, conta Raiane. 

Amanda de Oliveira trabalha há 9 anos no departamento financeiro e pela primeira vez teve oportunidade de levar o filho Christopher, de dois anos e meio, para conhecer o escritório onde ela trabalha todos os dias. 

Por causa da pouca idade, a mãe conta que o filho ainda não entende muito o que é trabalhar, mas que ele estava adorando as comidinhas e as brincadeiras. 

“Quando fiquei sabendo do evento fui a primeira a me inscrever. Fiquei muito feliz de poder participar, eu sempre brinco com ele e quando saio de casa que estou indo trabalhar para comprar as coisas que ele gosta de comer", conta. 

Moisés Lanziloti Junior trabalha na empresa há mais de um ano e pela primeira vez consegue participar do evento com os filhos, Enzo, de 10 anos, e Miguel, de 8. Os três estavam de cabelos pintados e se divertiram enquanto exploravam as dependências da empresa. 

“Acho muito legal os meus filhos saberem onde eu trabalho. Tira um pouco a fantasia da cabeça deles e traz para a realidade. Acredito que eles ficam mais seguros”, diz.

Fonte: Portal Meon